FESTIVAL DO LIVRO NACIONAL INDICA

ARTE: Rodrigo Bugarin Via FELINA (Festival do Livro Nacional)

FESTIVAL DO LIVRO NACIONAL – Uma indicação de um livro não ficção.

E agora, deixamos as palavras sugeridas pelo próprio autor:

  • Alguém acha que ser garota de programa é ter “vida fácil?!” 👠💄🚓
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    “E O QUE VOCÊ USA? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • MAÍRA – Não uso muita coisa não, só maconha e loló! Mas noutro dia desses mesmo eu tava voltando pra casa e os canas me pararam na rua. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
  • E DAÍ? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    MAÍRA
    – Porra, madrugada de domingo pra segunda e eu tava voltando do trabalho. Tava com o dinheiro todo da semana e com um tablete de cinquenta grama de maconha que eu tava levando
    pra fumar em casa!! Daí eles me pararam e pediram pra me revistar. Eram dois e um deles tava me olhando com uma cara de safado sabe? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    E TU NÃO TENTOU ESCONDER O FLAGRANTE? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    MAÍRA
    – Tentei nada cara!! Eu achei que dava pra passar batida! Tava bem no fundo da bolsa mas aí quando um deles abriu o cheiro da maconha subiu!! Aí ele disse pro outro “ihhh olha só o cheiro, é cheiro de droga hein!!” Eles jogaram tudo no chão e acharam a minha maconha!! Me colocaram o maior terror, disseram que iam me levar presa e o caralho!!
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    E O QUE ACONTECEU? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    MAÍRA
    – Eles falaram que eu tinha três opção: Ir presa, Foder com os dois e ficar com a maconha ou perder um dinheiro pra eles e ficar com a maconha
    ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    O QUE VOCÊ FEZ? ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
    MAÍRA
    – Eu disse que não ia trepar com eles porra nenhuma, começei a ficar alterada e acabou que eu fiquei sem meu dinheiro, sem a minha maconha e fui pra casa revoltada!! Eu odeio polícia
    cara, são um bando de filho da puta” – Trecho do livro “Papo de Puta” DISPONÍVEL para KINDLE 👠📖
  • ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA
  • https://www.amazon.com.br/PAPO-PUTA-CONVERSAS-PROSTITUTAS-CARIOCA-ebook/dp/B07PZDNQMF/ref=mp_s_a_1_1?dchild=1&keywords=Papo+de+puta&qid=1620847859&sr=8-1

CAMINHOS QUE FALAM

FOTO : @danyel_nogueira via Instagram

COISAS BOAS VEM, SE VOCÊ NUNCA DESISTIR

Ainda ontem, conversava com uns amigos num grupo de WhatsApp. Falávamos sobre a vida, desejos, vontades e a importância de não desistirmos dos nossos objetivos.

Nosso papo, remeteu uma fala minha, num Podcast que realizei com a galera incrível do K7 Cultural. Eles me perguntaram sobre algumas dicas, para escritores iniciantes e minha resposta foi taxativa:

Independente, do que você vá ouvir sobre ser escritor, tentar viver da arte, tentar viver da escrita e querer viver da escrita e da arte, siga em frente, não pare, não olhe para trás, não coloque questionamentos…Vá e faça […] Nós somos tudo aquilo que não deixamos de realizar” – E.E.Borba

Ouçam o Podcast no link abaixo 🎧

Independente Parça – um podcast do K7 https://open.spotify.com/episode/1aY29AnWw1S9ZvCoi4KgRv

LEIAM O LIVRO DO MOMENTO, O “BARATA, O ALIMENTO“. DISPONÍVEL EM EBOOK E LIVRO FÍSICO EM AMAZON.COM E AMAZON.COM.BR. ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA 📖

LIVRO “BARATA, O ALIMENTO” – Resenha por @literataque

FOTO : @literataque

Título: BARATA, O ALIMENTO
Autor: E. E. Borba ( @eeborba )
Ano de lançamento: 2020

Olá queridos leitores e leitoras! Hoje trago a resenha do livro Barata, o Alimento.

Esse livro foi um presente do universo para mim, pois desde que vi a capa e li algumas resenhas no insta e no skoob fiquei muito interessada. Eis que um belo dia o querido do Elieser me perguntou se eu gostaria de resenhá-lo e é claro que eu aceitei o convite na hora!  Por obra do destino eu ganhei a versão física em um sorteio! Acreditam??🤩

Eu só tenho elogios a tecer sobre este livro. Trata-se de uma distopia, com grande inspiração em obras como revolução dos bichos e 1984, pois o autor é grande fã do mestre George Orwel. Muitas coisas ficaram parecidas, em 1984 temos as teletelas e aqui câmeras em todos os cômodos das casas, bem como a proibição de consumar o ato carnal.

Nesta antiutopia misteriosamente o único alimento viável são as asquerosas baratas, porque ao se alimentar de outras coisas as pessoas inexplicavelmente morrem. A partir deste ponto na narrativa, que é logo no início, a situação da humanidade só piora. As pessoas começam a desenvolver métodos de caçar baratas com corpos em putrefação, começam a definhar de fome e doenças oriundas da nova alimentação, o caos começa a se instaurar cada vez mais. Há cenas cada vez mais escatológicas. A violência cresce à medida que o problema aumenta caminhando rumo a bestialização dos homens.

Tudo isso tendo como pano de fundo uma guerra política entre o hemisfério norte – comandado pelo “mal” – e o sul do planeta, o qual tinha uma quantidade maior de baratas, por se tratar de local mais quente, acho que qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência! Adorei esta inversão, pois os países mais poderosos da atualidade ficam no norte, e geralmente são os que detem o poder político e econômico no mundo.

Tudo o que descrevi não é spoiler, há muito mais a ser degustado nesta obra, há momentos em que você vai se chocar, há outros em que vai se emocionar, outros em que vai refletir à beça. Eu por exemplo, refleti muito sobre o racismo, infelizmente tão enraizado até os dias atuais.

Me pus a pensar: “E se eu fosse negra?” Também me peguei pensando em como as estruturas sociais de poder teimam em arquitetar mecanismos, onde o pobre sempre será pobre e o rico sempre será rico. A preocupação e a denúncia das mazelas sociais parecem ser intrínsecas à escrita do autor desde as primeiras páginas. Então, considero este livro um grande grito de guerra contra isso, pois não só nos traz o prazer da leitura, bem como incentiva o ato de refletir sobre o mundo que nos cerca.

E vocês? Gostam de ler distopias? Comentem e leiam. DISPONÍVEL EM EBOOK E LIVRO FÍSICO EM AMAZON.COM E AMAZON.COM.BR. ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA 📖

CAMINHOS QUE FALAM

FOTO : @eeborba LOCAL : Santa Teresa – RJ

Achei lícito, repostar essa foto num momento tão complicado onde, mais uma vez, vemos o resultado de uma guerra sem sentido na cidade do Rio de Janeiro 🕊️

“Muita gente, conhece meu trabalho como escritor e não sabe que, também sou assistente social de formação.

Em 2012, trabalhava no Morro do Canlagalo em Ipanema. Um dia, a polícia me abordou na favela e após ter me identificado e mostrado o crachá e a camisa da ONG que estava na bolsa o policial me pediu desculpas e disse:
Aqui na favela TODO MUNDO É ENVOLVIDO”. Basicamente, na lógica torta da polícia (ou de alguns policiais) na quebrada, TODO MUNDO, É ENVOLVIDO.

Toda luz e serenidade para as famílias de TODAS AS FAVELA BRASILEIRAS ✊🏾

A FOTO FOI FEITA POR MIM, EM SANTA TERESA
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀”I’m social worker. In 2012 I was working in the Morro do Cantagalo Favela, in Ipanema. One day the police stop me and after I the NGO badge and the NGO shirt that was already stored in my bag the policeman apologized and said:
Here in the favela everybody is involved with crime.”
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
“A esperança não vem do mar, nem das antenas de TV”
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Alagados – Os Paralamas do sucesso

LEIAM O LIVRO DO MOMENTO, O “BARATA, O ALIMENTO“. DISPONÍVEL EM EBOOK E LIVRO FÍSICO EM AMAZON.COM E AMAZON.COM.BR. ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA 📖

PRETOS EM FOCO

FOTO: @wtassio_ divulgação Instagram

E aí, pessoal! Preparados para a apresentação de mais um preto que realiza algo explêndido?

Pois bem, hoje, lhes trago a carioca Millena Wainer. Ela tem 24 anos é de Cascadura, subúrbio do Rio de Janeiro, bem ali, pertinho de “Vaz Lobo e Iraja”, como canta o “Seu Arlindo” e é uma artista multifacetada.

FOTO via Instagram

A Millena é jornalista, faz parte constante do departamento de música da Mocidade Independente de Padre Miguel e também faz parte do OBCAR (Observatório de Carnaval), o Laboratório de Estudos do Discurso, Imagem e Som, no Museu Nacional e para além disso, é cantora e interprete de sambas enredo.

FOTO via Instagram /Divulgação

Sua trajetória, na arte cantada, começou ainda na infância, mais precisamente na Escola Mirim Filhos da Águia, da Portela. Milena escreveu e aplicou seu primeiro samba para o Carnaval de Vitória no ano passado e certamente, podemos esperar para um futuro não tão distante, ouvir seu nome ecoando vitorioso nos Carnavais que estão por vir.

FOTO via Instagram /Divulgação

Confiram um pouco do seu trabalho no Youtube e sigam a artista também no Instagram (@millenawainer) e a acompanhem. Ela apresenta um conteúdo muito bacana e certamente é um ícone da força que as mulheres pretas tem na arte e na cultura brasileira. “PODER PARA O POVO PRETO”.

FOTO via Instagram /Divulgação

LEIAM O LIVRO DO MOMENTO, O “BARATA, O ALIMENTO“. DISPONÍVEL EM EBOOK E LIVRO FÍSICO EM AMAZON.COM E AMAZON.COM.BR. ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA 📖😊✊🏾

O LIVRO DE ABRIL

FOTO: Weeb

Olá, galera. Bom, minha leitura, ou uma delas, do mês de Abril, não chega bem a ser um livro. Ela é, na verdade, uma cartilha elaborada como trabalho de conclusão do curso de enfermagem de Sabrina Bonetti. A cartilha, que foi apresentada na EERP (Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto) da USP, nos apresenta os princípios básicos de primeiros socorros à bebês e recém-nascidos.

Como sou um pai de primeira viagem, achei prudente ler a mesma, assim como li outras literaturas afins para estar minimamente apto a atender nosso filho em quaisquer ocorrências de sinistro. Bem sabemos que, primeiros socorros, quando bem aplicados, evitam muitas tragédias mais cabulosas.

Indico a leitura desta cartilha, que é muito pertinente, à todas as mães, pais e responsáveis. Para famílias matrifocais, monoparentais ou não. Ela é bem curtinha e dá para ler no período de uma manhã ou de uma tarde em que se tenha tempo suficiente para dar atenção ao que diz respeito ao bem estar de nossos bebês.

LEIAM O LIVRO DO MOMENTO O “BARATA, O ALIMENTO“. DISPONÍVEL EM EBOOK E LIVRO FÍSICO EM AMAZON.COM E AMAZON.COM.BR. ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA 📖

JÁ ERA A NOVA ERA DE GENTE DE BEM

ARTE: @desenhosdonando

NOVA ERA

No início
Pensavam matar só idosos
ou pessoas doentes
“Sabem de nada, inocentes”

As redes à mil
Twitter, WhatsApp, Facebook Internet mais efervescente
Um reino de incoerentes

Da propagação de Impropérios
Provando o improvável
De maneira indecente
Surgiram eles, os descrentes

Que creem em Deus
“Acima de tudo”
Mas lhes falta empatia
Para estar nesse mundo

Imagina?
Ainda na infância
receberam a gotinha
injeções mais diversas

E hoje negam vacina…

Vestem verde e amarelo
Prova viva de um elo
Com quem nega a vida

Preferem o ódio ao amor
Desrespeitam a dor
Pedem a tal cloroquina

No início
se pensava “ser nada”
“Para que usar máscara?”
“coisa de comunista”

No início
Era “só gripezinha”
Um “complô, lá da China”
Mas agora, já era…

Agora, todos temos
os “nossos na reta”
Um Infeliz início de era
O tempo dos negacionistas

E.E.BORBA

A Charge que ilustra a matéria é do Nando Motta (@desenhosdonando no Instagram). O Nando assina a capa do livro do momento, o “BARATA, O ALIMENTO“. DISPONÍVEL EM EBOOK E LIVRO FÍSICO EM AMAZON.COM E AMAZON.COM.BR. ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA ✊🏾📖

LIVRO “PAPO DE PUTA” WORLD TOUR

Rememorando de forma bastante saudosa a Tour do livro “PAPO DE PUTA: CONVERSAS COM PROSTITUTAS NA NOITE CARIOCA

Rio de Janeiro

Na época, numa ação audaciosa, diversos adesivos foram espalhados por várias cidades e países do mundo…

Londres

E nem preciso dizer que, o livro é um sucesso total de procura e leitura…

São Paulo

E vocês? Já leram?

Hungria

Se ainda não, deem uma sacada no site da Amazon.com.br e Amazon.com…

São Paulo

A leitura de qualidade e reflexão são garantidas 👠

Alemanha

Uma boa leitura à todos ✊🏾😉📖

Austria

ACESSEM O LINK ABAIXO

Rio de Janeiro
UERJ

CAMINHOS QUE FALAM

FOTO: @nobanheirofeminino via Instagram

“Conheça o Brasil por dentro e por fora. A verdade acima de tudo. Amazônia, ANTÁRTICA, a nossa agricultura, a nossa piscicultura, áreas para turismo”- Fala recente do PRESIDOENTE do Brasil

E aí, galera, mas algum adjetivo bacana para o mentecápto mor?

🐴 😭🐄

LEIAM O LIVRO DO MOMENTO, O “BARATA, O ALIMENTO“. DISPONÍVEL EM EBOOK E LIVRO FÍSICO EM AMAZON.COM E AMAZON.COM.BR. ACESSEM O LINK ABAIXO E BOA LEITURA 📖