CAMINHOS QUE FALAM

IMG_20171015_113216_381

FOTO: Elieser Borba    .     LOCAL: Rua 24 de Maio, Méier RJ.

Advertisements

ROCK IN “CRISE” 2017

Jared Leto ziplines into Rock in Rio music festival

FOTO: Metro UK     .     Jared Leto in the Zipline

 

        Pensando na maioria das postagens que tenho acessado via instagram, Facebook e outras mídias é notável o número de pessoas clicadas e porque não “auto-clicadas” na última edição do Rock in Rio.

        Thinking about the most of posts that I checked in the Instagram, Facebook and others social medias is notable the quantity of people clicked or why not “self clicked” in the last Edition of the Rock in Rio Festival.

Inquietações? Muitas e praticamente sem respostas tendo em vista o mar de inversão em que o Rio de Janeiro vem tentando não se afogar. Foram duas semanas em que a cidade pareceu ser dividida entre a cidade do festival e a cidade das atrocidades.

Unrest? A lot and basicly without anwsers if we think about the sea of inversion of values where Rio de Janeiro City is trying not to drown. Was two weeks that the City was shared between the Festival City and the Horror City.

Lady Gaga desapontou como tem causado desapontamento uma cidade que não entende que enquanto ela for “muda” nada irá mudar. Fergie “causou” ao cantar com Pablo Vittar que não tem uma voz marcante, mas que promove a reflexão constante de que o público LGBT tem um som muito mais potente do que a fala dos que insistem em os atacar. Alicia Keys conquistou um continente, ela apoia o correto e não é condizente com uma política suja e que mata gente, tal qual as armas que matam os pobres, justiça desafinada igual foram Guns e o Bon Jovi. Enquanto Jared Leto voava sobre o público causando delírio, muitas vias fechadas paravam o Rio, pois as balas voavam pondo vidas à um fio.

Lady Gaga disappointed people as the fact of we have a mute City that don’t understand that while the City keep mute nothing will change. Fergie “excited” when sing with Pablo Vittar, that have a not so nice voive, but make us think that the gays have a song more powerfull than the voice that people who attack them. Alicia Keys conquered a Continent, she supports the correct and disagree with a dirt politic that kill people, like the weapons that kill poor people, tune out justice, like Guns n Roses and Bon Jovi was. And while Jared Leto flew over the public making everybody delirious, a lot of close ways maked the City stop, because the bullets also flew making life difficult to live.

Dizem que a dança liberta, e a música acalma, mas como fica a alma de quem está morto em vida? Que mal pode ir e vir numa cidade partida? O melhor do Festival deste ano vigente, com certeza foi o coro contra o Presidente. O “Fora Temer” foi melhor que aguardar o “The Who” mas se for para julgar o melhor do Festival, duas palavras resumem: Capital Inicial. Que as palavras de Dinho Ouro Preto tenham muito poder…”Os cidadãos cariocas vão prevalecer”.

Some people says that dance make us free, and the music make us calm, but how about the soul of people that are dead in the life? That can’t go out in a shared City? The best of the Festival in 2017, for sure was the song against the Brazilian President. The “Fora Temer” was better than wait for The Who, but if we need to choose the best moment of the Festival, two words sum up: Capital Inicial. That Dinho Ouro Preto Words can have power…”The citizens from Rio de Janeiro will prevail”.

BRAZIL: 7 X 1 COTIDIANO

 

20170428_212808

FOTO: Elieser Borba        LOCAL: Flamengo – RJ

 

 

Noutro dia desses assisti a entrevista do ex-jogador de futebol e atualmente comentarista esportivo Casagrande no Programa Panelaço, do João Gordo. Esse programa é incrível e além de várias dicas veganas e vegetarianas os convidados sempre proporcionam um bate-papo interessante.

Another day I watched the ex-footballer and actually sports commentator Casagrande interview in the João Gordo’s program called Panelaço. This Tv Program is incredible and besides giving several vegans and vegetarians tips the guests always provide a really nice conversation.

A conversa convergiu desde culinária até futebol, drogas e política. Casagrande, que foi muito ligado à chamada “Democracia Coríntiana” não se vedou em falar de Ditadura, da perseguição política sofrida por ele, Sócrates e outros. Prova contundente de que a Ditadura brasileira não só existiu como foi parte triste de um período brasileiro ao contrário do que algumas mentes mentecáptas que necessitam estudar história insistem em afirmar.

The conversation flowed from culinary until football, drugs and politic. Casagrande, that was very connected with the “Coríntians Democracy” was not ashamed to speak about Ditatorship, about the politic persecution suffer by him, Sócrates and another guys. A serious proof that the Ditatorship was something real and a sad part of some Brazilian period, contrary to what some people that really need study the Brazilian history say.

Nos instantes em que me detive ouvindo tudo o que “Casão”- como sempre foi chamado – colocando na mesa relatos de uma vida de outrora e falando sobre alcool, esbórnia e todo tipo de drogas com toda a seriedade e serenidade que o peso dos 54 anos podem conferir à alguém que foi ao fundo do poço e conseguiu sobreviver a 4 overdoses, foi inevitável não encontrar um ponto de confluência entre sua fala e a de um outro grande futebolista e recente ex-atleta dotado de uma visão política tão ávida quanto de seu talento pelos clubes em que passou.

In the instants while I was there, listening everything that “Casão” was talking about his life years ago, talking about alcohol, parties and several kind of drugs with the seriousness and serenity that the importance that 54 years old give to somebody that almost left and managed to survive four overdoses, was impossible not to find a point of agreement between his speech and the speech of another important brazilian footballer who recently retired and also have an politic opinion as  incredible as his talent in the Football Clubs where he played.

Alex, grande fenômeno do Coritiba, Palmeiras, Cruzeiro e Fenerbahçe da Turquia ao dar uma entrevista há quatro anos atrás para o Lance foi perguntado acerca de qual Liga de Futebol achava ser a mais organizada. Sua resposta foi umas das mais bem esclarecidas que ouvi acerca de política nos útimos anos. Ele foi enfático em responder que mesmo nunca tendo jogado na Liga Alemã esta era para ele a mais organizada em termos de integração de atletas de um mesmo país jogando juntos e planejamento, algo que foi atestado meses depois com os expressivos resultados do Mundial de 2014: a vitória sobre o Brasil e o título mundial Alemão.

Alex, the big phenomenon of Coritiba, Palmeiras, Cruzeiro and Fenerbahçe of Turkey when he gave an interview four years ago to the Lance was asked about which football league is more organized. His answer was one of the most clarified that I heard about politic in the last years. He was emphatic in saying that even he never played in the German League, this is for him the most organized in relation with the athletes integration from the same country playing together and the planning, something that was totally proven few months later with the results of Brazilian World Cup Football, in 2014: The Germany’s victory over Brazil and the trophy won by Germany.

Por sua vez, ao traçar um panorama sobre o Brasil quando perguntado sobre a Mundial de Futebol e Olimpíadas, Casagrande não deixou de fazer uma correlação de tudo o que houve como resultado ao que o país vivia no momento, ou seja, o ínicio de uma enxurrada de denúncias de corrupção, crimes e desrespeito, culminando tudo, como o comentarista disse com “a cara do Governo que nós temos”.

In turn, when tracing a panorama about Brazil when he was asked about the World Cup and the Olimpic Games, Casagrande he did not fail to make some correlation of everything that was the result of the country was living in this moment, that is, the beginning of a lot of corruption allegations, crimes and slight, ending everything how the commentator say with “the face of the government that we have”.

O ex-atleta do Coritiba curiosamente fez menção ao fato de a Alemanha ter se assumido um país de atitudes muito mais efetivas em diversos âmbitos pós-queda do Muro de Berlim, e ao ser perguntado acerca de “qual seria o muro de Berlim brasileiro” sua resposta foi que isso adentra em condições que são segundo ele mesmo disse sociais:

Curiously. the Coritiba’s ex-footballer, talk about the fact of the Germany changed its attitude for something more effective in a lot of scopes after the Berlin Wall, and when he was asked about whats could be the Brazilian “Berlin Wall” his answer was that this kind of question goes into social issues:

Um alemão, se ele apertar tua mão e falar que algo vai funcionar daquele jeito é porque vai funcionar daquele jeito [...] e no Brasil a gente sabe que, quebrar regra no Brasil o cara acha que é legal, o cara acha que é bonito. Porque o bonito não é ser honesto, o bonito é ser malandro e quebrar uma regra. A gente sabe que o brasileiro, eu tô exagerando, eu não tô dando nem as excesões porque a gente sabe que existem as excesões. Em regra o cara assina com você esperando que você vá pra justiça contra ele depois, sabendo que a justiça vai demorar e que ele vai ganhar prazo pra te pagar lá na frente”.

“A Germany guy, if he gives you a handshake and say that something will works in some way is because it really will works in this way […] and in Brazil we know that, break a rule in Brazil the guy think that is cool, people think this is something nice. Because looks like the good thing is to be dishonest, nice is to be rascal and break a rule. We know that Brazilian people, I’m exaggerating, I’m don’t talking about the exceptions because we know that we have it. Usually the guy make the contract agreement with you waiting that you will bring justice against him in some time, and he know that the Brazilian justice will be late and he will have more time to pay you in a long time”

        E qual é a cara do Governo que nós temos? John Stuart Mill, foi em minha opinião um liberal babaca, mas disse tudo ao mencionar que “O valor do Estado à curto prazo é representado por todos aqueles que dele fazem parte”.

And what is the Government face that we have? John Stuart Mill was in my opinion a big idiot liberal, but was nice when said that “The State value in the short term is represented by all those who are part of it”.