CAMINHOS QUE FALAM

IMG_20180624_113256_619

FOTO: Elieser Borba    LOCAL: Santa Tereza – Rio de Janeiro

Advertisements

VIRALIZANDO O VIL

20180620_101407

FOTO: Astrid Fontenele by Instagram

 

        Em tempos modernos e de inchaço total no que diz respeito aos contrastes cotidianos em diversas mídias não faltam assuntos para serem discutidos. A considerada Bola da Vez“ do momento é o vídeo ridículo, esdrúxulo e de péssimo gosto protagonizado pelos brasileiros: Diego Jatobá, Eduardo Nunes e outros não menos idiotas que os dois.

        In the modern time and when we have a lot of informations in a lot of medias there is no shortage of subjects to talk. And in this time we have the ridiculous and lousy video starred for the brazilians: Diego Jatobá, Eduardo and others two guys no less idiots than the other two.

        A intenção do texto não é entrar na discussão à respeito do vídeo em si. A ideia não é dar foco pra algo que infelizmente já foi assistido, reassistido e dito nos últimos três dias e que continua sendo enfocado. O intento do texto é realmente confrontar o que tem sido óbvio frente a divulgação em massa do que é degradante por alguns que se acham com moral suficiente para castigar os filhos que não fazem o dever de casa mas compartilham pornografia via rede social como se estivessem comendo um prato de comida com a fome de 50 mendigos.

        The text intention in not to talk about the video. The idea is give no focus for something that unfortunatly was whatched, reassessed and talked in the last three days and that continue in focus. The text intention is to confront what is beeing obviously in the mass dissemination about something that is degrading for someone that think have moral enought to punish their children who do not do their homework but share pornography in social medias as they’re eating a meal with the hunger of 50 homeless.

        O que é normal socialmente falando? O que é natural no ambiente social? O que pode ser considerado comum num meio sócio-ambiental que se constrói numa formação cultural repleta de informações e totalmente cosmopolita? As perguntas são difíceis e possivelmente necessitam de um estudo acadêmico para serem solucionadas, mas algo é certo, alguma pessoas parecem perder totalmente seus valores para participar de uma vida social que hoje parece ser mais vivida na tela do celular do que no mundo real.

        What’s normal socially speaking? What’s natural in the social environment? What could be considered comum in a in an environmental environment which is countered with a cultural formation full of information and totally cosmopolitan? The questions are difficult and maybe need some academic study to have answers, nut something is true, some people seem to lose their values to be included in a social life that today seem more lived in the mobile phone screen than in the real world.

Acredito que hoje não existam pessoas conectadas em redes sociais no mundo que não recebam todos os dias um sem fim de utilidades marginais necessárias para deixar corajoso com medo, medroso com coragem, viciado fissurado, maridos e esposas frustrados ou mesmo encorajados pra „pular de vez a cerca“. Vídeos de atropelamento, esfaqueamento, surras generalizadas, espancamentos em massa, assassinatos de gente comum, de policiais, de bandidos, carnificina geral na rua, em presídios, vídeos de sexo grupal, sexo casual, de marido traindo a mulher e de mulher traindo o marido, videos de amantes fugindo, de pessoas sendo degoladas, de gente em situação vexatória e claramente sem graça mas que como o video que inspirou esse texto faz muitos rirem sem nem pensarem que a próxima mulher a ser ridicularizada pode ser sua própria mãe, esposa, filha, irmã, enfim, pessoas que eles amam.

        I believe that currently we have no people conected in social medias around the world that don’t receive every day a lot of uselessness necessary to make the brave with fear, fearful with courage, drug addicts with cleft, husbands an wifes frustraded or with courage enought for to betray. Videos of run over, stabbing, generalized beatings, mass beatings, comum people murders, of police officers, of criminals, general carnage on the street, in prisons, group sex videos, causal sex videos, with husbands betraying the wifes, with wifes betraying the husbands, videos of lovers running away, people being beheaded, of people in vexatious situations and clearly unashamed but like in the video that inspired this text make a lot of people laugh without think about that the next victim could be their mothers, wifes, daughters, finally, people that they love.

        Há tempos numa entrevista do cantor e apresentador João Gordo para a Marília Gabriella no Programa De Frente com Gabi“ ao ser perguntado acerca de sua opinião sobre o “brasileiro ser politicamente correto para o tipo de programa que ele apresentava na MTV” (Gordo Freak Show, Garganta Torcicolo) sua resposta foi taxativa em colocar que “o brasileiro está cada vez mais fascista”:

        A long time ago in a interwiew of the singer and TV presenter João Gordo for Maríllia Gabriella in the “De Frente com Gabi Program when he was asked about his opinion about „the brazilian people to be politic correct for the kind of Program that he did in the brazilian MTV his answer was meticulous in says that “the brazilian people is increasingly fascist:

Se você ver nessas redes sociais, se você pegar os comentários das pessoas em relação à várias coisas o comentário das pessoas…são todos um bando de facistóides, o brasileiro tá cada vez pior cara!! É um preconceito facistóide, você vê as pessoas falando que tem que botar os militares […] na própria página do Ratos entram muitos desses, fãs do Ratos que são fascistas também. Tem um monte deles lá e eu expulso tudo…eu vejo lá e bloqueio todos. E é a cara do brasileiro sabe? E ele nunca foi exposto assim, isso está aí por causa das redes sociais, e isso é o pensamento do brasileiro!!”

        “If you check the social medias, if you check the people coments in relations with a loto of things the coments of the people…they’re all fascist, the brazilian people it’s getting worse!! It’s a fascist bias, you can see the people talking about ditatoship […] in the Ratos de Porão rock band page have a lot of them, fans of the band but also fascist. Have a lot of them and I put everybody out …I check and block all of them. And this is the brazilian face you know? And the brazilians never been exposed like this, this is happening now because we have the social medias, and it’s the brazilian thinking

        A foto que ilustra essa matéria poderia ser com o rosto da moça estrangeira sendo ridicularada coberto por algum efeito, mas preferi optar por esta que deixa explícita os rostos dos quatro homens que realizaram tal ato. Da mesma forma que o texto também segue em inglês pelo fato de meu blog ser visualizado em muitos países. A intenção não é praticar o revanchismo e tampouco viralizar o vil, mas mostrar para todos os que lêem estas linhas noutros lugares do mundo uma das faces que os brasileiros tem.

The photo used to illustrate this article could have the face of the young woman who was ridiculed with some effect not to be seen, but I preffer to choice this that make easy to see the face of the four guys that did it with her. In the same way that the text is translated in english because my blog is acessed in a lot of Countries. The intention is not to be revengeful and not viralize the vile, but show for everybody that read this lines around the world one of the faces that the brazilian have.